Maior Fiscalização das Regras Anti-Sísmicas

O Tribunal de Contas exige uma maior fiscalização relativamente às regras anti-sísmicas em Obras Públicas. Segundo o TC existe um constante incumprimento das leis assim como um controlo ineficiente por parte das câmaras municipais e administração central. Um sismo em Portugal provocar o colapso de muitas estruturas, o que traria perda de muitas vidas assim como consequências económicas muito graves.

De facto, a regulamentação em Portugal tem em consideração a ocorrência de sismos. No entanto, esta não é cumprida na maior parte dos casos. Deveria-se então implementar sistema de controlo eficaz, para que as regras sejam mesmo cumpridas.

Esta discussão surge depois do sismo e tsunami ocorridos no Japão e nas consequências económicas que um desastre desta natureza pode ter.

(Guest post de João Costa)  

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *