Matemática Básica

Vamos testar os conhecimentos matemáticos de quem acompanha este blogue de Engenharia Civil? Não, não vou fazer uma pergunta de derivadas, integrais ou matrizes… A pergunta é simples. A resposta é que pode ser mais complicada.

Afinal quanto é 6:2(2+1)?

6 comments

  1. Paulo diz:

    A resposta é 1.
    (Editado por Engenharia Portugal)

    • Joana diz:

      Confesso que fiquei um bocado confusa… Não sei se é 1 se é 9… Mas estou mais inclinada para o 9 até!

    • Rui R. diz:

      O resultado é 9. Para ser 1, a representação teria que ser 6:(2(1+2)).

      Tenho 100% de certeza do que estou a dizer e qualquer pessoa que tenha frequentado matemática no secundário tem obrigação de saber isto.

      Não vou dizer que espero que quem respondeu 1 não seja ainda engenheiro, até porque errar é humano. Mas que espero que quem tem afirmações arrogantes de superioridade afirmando a sua ignorância no que fala não seja engenheiro, isso espero. O comentário do sr. Paulo é hilariante de tão sintomático que é… para a próxima, já que não sabe como se faz a conta, que se informe devidamente.

  2. David diz:

    Tenho visto esta questão muitas vezes nos ultimos tempos a circular na internet. A resposta é muito simples e tem a ver simplesmente com as regras de sinais. Assim:

    6/2×3=9 ou 3x(1+2)=9

    PS: Caro Sr Paulo, o 2 não está dentro do parêntesis. Para dar 1 teria de ser escrito assim: 6/(2(1+2)).
    A capacidade de um engenheiro não está em acertar sempre as contas. Errar é humano. No final têm é de ter juízo critico sobre a solução encontrada e não apresentar nenhum resultado absurdo.
    Espero que fique certo que as certezas da vida nem sempre estão certas.

    Cumprimentos

    • Parece que há uma teoria que diz que as multiplicações fazem-se primeiro que as divisões. Eu confesso que desconhecia essa regra, mas vou tentar averiguar. Quando aprendi, disseram-me que multiplicações e divisões tinham a mesma prioridade, pelo que fazia-se o que aparecesse primeiro 🙂
      Uma coisa é certa, isto tem causado polémica e as votações nesta sondagem provam isso mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *