Igreja da Santíssima Trindade

Esta igreja, localizada em Fátima é uma das mais imponentes construções portuguesas. Esta obra é da autoria do arquitecto grego Alexandros Trombazis e do Eng. José Mota Freitas (Prémio SECIL 2007).

A igreja tem forma circular, com 125m de diâmetro sem quaisquer apoios intermédios e um volume de quase 130 000m3.

É suportada por duas grandes vigas de 182,50m de comprimento, com um vão livre de 80m e uma altura máxima de 21,15m.

Um sistema computorizado permite manter uma iluminação constante, bem como diferentes níveis de luz, de acordo com as funções a decorrer, conjugando a luminosidade exterior, a maior ou menor abertura dos estores da cobertura e o uso de
luz artificial.

A estrutura da cobertura, com uma área de 12.315m2, está equipada para receber, no futuro, painéis fotovoltaicos. A parte superior interna apresenta-se revestida por uma tela branca e translúcida de fabrico alemão, e as paredes interiores foram especialmente tratadas do ponto de vista acústico: a do presbitério apresenta uma ligeira inclinação; as laterais são revestidas de material “acustoplan”; a do fundo, em betão branco, tem características difusoras; a face interior das doze portas dos Apóstolos é revestida de aglomerado de madeira perfurado.

Um sistema de ventilação, aquecimento e ar condicionado permite regular a renovação do ar e a temperatura ambiente. Todas as condutas estão instaladas no plano inferior e desembocam em grelhas divididas por todo o pavimento.

Com mais de 8500 lugares sentados e aproximadamente 40 000 m2 de área, é actualmente o quarto maior tempo do mundo em capacidade.

A inauguração ocorreu em Outubro de 2007 desta obra que custou cerca de 70 milhões.

Alguns números (fonte: q208)

9 – foram os projectos de arquitectura apresentados a concurso;

8633 – capacidade total da igreja (76 lugares para pessoas com deficiência);

7,5 – metros de altura do crucifixo de bronze esculpido pela irlandesa Catherine Green, suspenso sobre o altar;

34 – metros de altura e 17 de largura da “cruz alta”  esculpido pelo alemão Robert Schad;

150 – metros de comprimento e 5 de largura do corredor central, sob autoria do arquitecto Siza Vieira;

25 – idiomas utilizados nos painéis de vidro colocados na porta principal;

500 – metros quadrados da área do mural em ouro e terracota, colocado atrás do altar;

130 000 – metros cúbicos de volume total da igreja;

15 – metros de altura média do edifício;

5 – quilómetros de estacas utilizadas;

7000 – toneladas de aço e metros cúbicos de betão branco;

50 000 – metros cúbicos de betão cinzento;

70 000 000 – de Euros, custo total estimado da obra;

64 – metros quadrados, área total da porta de entrada;

64 – gabinetes/confessionários, para peregrinos;

120 – lugares para acólitos no presbitério da igreja;

12 315 – metros quadrados, área da cobertura;

1476 – metros quadrados de área do espaço de convívio e reunião para peregrinos, debaixo da igreja;

38 516 – metros quadrados de área bruta de construção;

125 – metros de diâmetro na zona da Assembleia;

3075 – trabalhadores registados;

296 – empresas envolvidas nos trabalhos;

3500 – quilos de cada porta de entrada.



One comment

  1. salvador gomes sanches diz:

    A fé constroi bem ajam os que assim pensam

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *