Archive for 10/09

Nagasaki e o “arco” ultra resistente

As duas fotografias seguintes estão separadas temporalmente 56 anos. São as duas relativas à cidade japonesa de Nagasaki. A primeira foi tirada depois de ter explodido a bomba atómica, em 1945. A segunda foi tirada após o sismo e consequente tsunami que assolou o Japão em 2011.

Além da semelhança entre fotografias, já reparam que aquele simples “arco” conseguiu resistir a estas duas catástrofes?

Desabamento causa 2 feridos em Obra

O acidente ocorreu nas obras de construção do Coimbra Inovação Parque (iParque), nos arredores da cidade de Coimbra.

Este acidente de trabalho ocorreu por volta das 14h30, aquando do enchimento de uma estrutura com betão armado.

Este trabalho estavam a cargo da Empresa Ramos Catarino, que confirmou dois feridos ligeiros. No entanto a maioria da imprensa afirma que deste acidente resultaram um ferido grave e um ligeiro

Desconhecem-se, para já, as causas do sinistro.

 

Eurocódigos Estruturais

Já toda a gente ouviu falar nos eurocódigos, que têm sempre um número associado. Mas afinal quantos eurocódigos existem?

São 10, numerados de 0 a 9:

Eurocódigo 0: bases para o projecto de estruturas;

Eurocódigo 1: acções em estruturas;

Eurocódigo 2: projecto de estruturas de betão;

Eurocódigo 3: projecto de estruturas de aço;

Eurocódigo 4: projecto de estruturas mistas aço-betão;

Eurocódigo 5: projecto de estruturas de madeira;

Eurocódigo 6: projecto de estruturas de alvenaria;

Eurocódigo 7: projecto geotécnico;

Eurocódigo 8: projecto de estruturas para resistência aos sismos;

Eurocódigo 9: projecto de estruturas de alumínio;

Newsletter: Versão experimental

Foi enviada hoje a versão experimental da newsletter do blogue Engenharia Portugal. O seu grande objectivo foi fornecer a todos os subscritores a password para acederem a um artigo protegido por password.

Quem quiser subscrever a newsletter, faça-o antes de 15 de Setembro para se habilitar a ganhar um livro.

Se alguém subscreveu e não recebeu a newsletter é favor subscrever outra vez.

Protegido: Download de Eurocódigos em Português

Este conteúdo está protegido com uma senha. Para o visualizar, por favor insira a sua senha abaixo:

200 despedidos da OPWAY

A empresa de construção OPWAY, do grupo Espírito Santo, decidiu despedir cerca de 200 colaboradores.

Este despedimento colectivo deve-se, segundo eles à “contracção do investimento público e privado em infra-estruturas, constrangimentos no financiamento da economia e nos atrasos dos prazos de recebimento” e ao consequente “agravamento da situação financeira das empresas que actuam no sector da construção”.

A OPWAY é apenas mais uma das grandes empresas portuguesas a passar por dificuldades.

Atendendo a que esta empresa tem cerca de 650 colaboradores, estes despedimentos vão provocar uma redução de 1/3.

Recorde-se que esta empresa nasceu em 2008 fruto da fusão da OPCA e SOPOL. A primeira estava no mercado desde 1932.

Terá esta empresa futuro? Que empresas se seguirão?

Frase do Dia

ɐɯıɔ ɐɹɐd ɐçǝqɐɔ ǝp ɹǝʌıʌ ɐ ɹǝpuǝɹdɐ soɯɐssod ǝnb ɐɹɐd ‘oxıɐq ɐɹɐd ɐçǝqɐɔ ǝp ɐpɐɔoloɔ é ɐpıʌ ɐssou ‘sǝzǝʌ sɐ

Agosto: Mês Pouco Produtivo

Como a maioria das pessoas que acompanha o blogue deve ter reparado, o mês de Agosto foi um mês pouco produtivo no blogue Engenharia Portugal.

Assim, apenas foram escritos 16 artigos, num blogue cuja média de artigos era superior ao número de dias de existência.

Esta drástica redução no número de artigos teve várias razões das quais se destaca o facto do mês de Agosto de eleição para se descansar, sendo que se está melhor na praia do que na frente de um computador.

Outro dos motivos para a redução do número de artigos prendeu-se com o facto de estar a dar os primeiros passos no mundo do trabalho. De facto, nem um mês depois de ter concluído o curso de Engenharia Civil, fui contactado por uma das maiores empresas do país, para ser o seu mais recente colaborador. Como tal, o tempo livre tem sido pouco.

Num futuro próximo, o blogue retomará os seus artigos diários, esperando também que enviem artigos e links.

Não se esqueçam também de subscrever a newsletter.