Somague no Togo

O consórcio Somague (50%) Cyes (50%) será responsável pela conceção, procurement e construção dos trabalhos incluídos no conjunto de obras de construção civil do terminal de contentores de Lomé (TCL), para a Lomé Container Terminal, S.A., empresa participada da TIL (Terminal Investment Limited). O contrato tem o valor de € 107.900.000 e prazo de execução de 22 meses.

O futuro terminal localizar-se-á a oeste do porto existente e combinará as vantagens da localização em águas profundas com o mais recente equipamento de manipulação de contentores. Desta forma, será construída a primeira plataforma moderna de transbordo de contentores nas zonas da África Ocidental e Central, capaz de manusear os maiores navios-contentores atuais. A bacia e respetivo terminal serão dimensionados para receber navios porta contentores com capacidade de 14 000 TEU, comprimentos até 400 m, boca de 51.2 m e calados até 15.5 m. A zona de parque de contentores estará preparada para armazenar até seis níveis de contentores cheios.

O terminal conduzirá à expansão do setor marítimo do Togo, estimulará a concorrência nas expedições marítimas regionais e no mercado logístico e, potencialmente, catalisará ainda mais integração regional.

O projeto inclui a execução de uma bacia interior, de 1250 m de comprimento por 250 m de largura, dragada a -16,60 m ZP, limitada, a norte, por um cais com 1050 m de comprimento, e, a sul, por um talude com 1270 m de comprimento. No âmbito das obras de construção civil, estão incluídos vários componentes do terminal.

Estruturas do cais | A estrutura do cais, a norte, será equipada com carris para pórticos e com a estrutura de suporte associada, bem como com os equipamentos do cais necessários para permitir a atracagem segura dos navios porta-contentores.

Bacia | A dragagem da bacia será efetuada até à cota -16,60 m ZH (cota final de projeto, que inclui a dragagem de uma camada de argila entre as cotas -12,00 e -16,60 m). O lado ocidental da bacia, onde não existirá ancoradouro, será protegido por uma estrutura de revestimento, com 250 m de comprimento. Para permitir o acesso de embarcações à área oeste da bacia, será demolido um quebra-mar existente e será reconstruído localmente nas interfaces com as estruturas norte e sul do cais.

Terminal | O terminal, com uma área total de 525 000 m2, requererá trabalhos de enchimento de cerca de 1 000 000 m3 para elevar a atual cota do local até à cota +4,5 m ZH. Cada zona do terminal requererá pavimentação, de acordo com os requisitos operacionais específicos.

in Somague.pt

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *