Archive for 30/03

Evolução do Dubai (1991-2012)

dubai

A tua oportunidade de emprego pode estar aqui!



É profissional na área das Engenharias ou Tecnologias de Informação? Procura emprego na Europa? Gostaria de ter contacto com empregadores de outros países europeus? Necessita de informação e/ou aconselhamento sobre como procurar e candidatar-se a emprego e/ou sobre condições de vida e trabalho noutros países?

Se respondeu SIM a todas estas questões, então o evento que se avizinha é definitivamente para si! Participe nos “Engineers Mobility Days” em Lisboa onsite e/ou online e encontre-se com empregadores de vários pontos da Europa que procuram o seu perfil e competências.

Guarde o local e as datas: Lisboa (ISEL), 11 e 12 de abril 2013 Horário de abertura: das 10h00 às 18h00.

O “Engineers Mobility Days”, este ano na sua 2ª edição, é uma oportunidade de contacto entre empregadores europeus e candidatos a emprego portugueses (e não só). Este ano, o evento terá também uma componente “online”, pelo que poderá participar independentemente de onde estiver, seja em Portugal ou noutro ponto da Europa.

Este evento proporciona a profissionais na área das Engenharias e Tecnologias de Informação um pacote completo de apoio à procura de emprego na Europa, seja através de uma participação “onsite” ou “online”. Poderá: – candidatar-se e/ou sinalizar, durante as próximas 2 semanas, oportunidades de emprego que correspondam ao seu perfil, e talvez ser pré-selecionado(a) para uma entrevista durante o evento; – estabelecer um primeiro contacto com empresas em “stand” e/ou via ”live chat”; – participar em apresentações de empresas; – assistir a sessões de informação sobre condições de vida e trabalho nos países participantes; – beneficiar de entrevistas de recrutamento (previamente agendadas) no local ou “online”. As apresentações / sessões de informação serão igualmente transmitidas “online”, em tempo real. Por favor consulte o Programa.

INSCREVA-SE JÁ (entrada gratuita)!

Para tirar o melhor proveito do evento, deve inscrever-se “online” antes do evento. A inscrição (mesmo que não obrigatória) dar-lhe-á acesso a um leque de outras possibilidades, nomeadamente a possibilidade de apresentação direta a ofertas / empresas, bem como actualizações regulares sobre o programa do evento.

Contamos consigo!

Mais informação: www.engineersmobilitydays.eu

Empresa portuguesa investigada no Luxemburgo

A empresa AÇOMONTA, foi muito falada há uns tempos atrás por colocar os seus trabalhadores num armazém sem nenhumas condições (recorde aqui), na construção do DATA CENTER PT da Covilhã, obra a cargo da OPWAY/SOMAGUE.

Agora está a ser investigada há mais de um ano pelas autoridades do trabalho Luxemburguesas. Alegadamente os seus trabalhadores trabalham mais de dez horas/dia e só têm um dia de folga. Além disso são recebem apenas 500 a 700€/mês, muito abaixo do ordenado mínimo luxemburguês.

Quanto às condições de alojamento, também não serão as melhores, com todos a viverem num edifício abandonado que foi alugado para o efeito. O edifício pertencia a uma fábrica que já fechou e fica localizado em França, na fronteira com o Luxemburgo.

Os responsáveis da empresa refutam as acusações.

Esta empresa tem a sua sede em Grândola. Terão os trabalhadores de cantar a famosa “Grândola Vila Morena”?

Homem mais rico do Mundo é engenheiro civil

Carlos Slim

Carlos Slim Helú é um empresário mexicano de origem libanesa considerado pela Forbes como o mais rico do Mundo. É conhecido no México por Midas, devido a sua capacidade de transformar empresas financeiramente em mau estado em óptimas máquinas de “fazer” dinheiro.

Formado em engenharia civil pela Universidad Autónoma Nacional de México, chegou a ser professor de Álgebra Linear e de Programação, enquanto estudava.

No Chile fez um curso de avaliação de projectos e desenvolvimento económico. Foi também operador na Bolsa Mexicana de Valores.

A nível de curisoidade, Carlos Slim tem mais valor patrimonial do que o PIB da maioria dos países latino-americanos (estão 7 de 21 à frente dele). A fortuna avaliada é de 73 mil milhões de dólares.

101 melhores links para aprender língua estrangeira

Mantendo na senda da aprendizagem de línguas estrangeiras, apresentamos agora 101 links para aprender uma língua estrangeira.

Apresentam-se links para iniciantes, vídeos de youtube com aulas, podcasts, livros, ferramentas de tradução, comunidades, entre outros.

Atenção que alguns dos links requerem que saiba já língua inglesa. Para a desenvolver nada como aproveitar 15 dias grátis do Wall Street Institute (veja aqui).

 

Iniciantes

1. » BBC Languages Se você já fala inglês e deseja aprender outro idioma, como grego, francês, italiano, mandarim ou alemão o site BBC Language pode te ajudar. Ele oferece jogos, exercícios, vídeos, áudios e outros materiais em um curso de idiomas online gratuito.

2. » Espacios publicos Em um curso introdutório de 20 horas você terá acesso sem custos para aprender os fundamentos do idioma espanhol.

3. » Beginners’ Chinese Esse curso, em inglês, é feito para quem nunca teve contato com o idioma mandarim chinês. Em um total de 6 horas ele apresenta, além do idioma, algumas informações sobre a cultura e sociedade chinesa.

4. » French 101 Um total de 15 aulas introdutórias de francês estão disponíveis online gratuitamente. O conteúdo foi desenvolvido pela Universidade Carnegie Mellon e é necessário falar inglês para completar as lições.

5. » Englishtown Se você não fala inglês, mas deseja aprender, confira os materiais oferecidos pela Englishtown. O site promete que, com cinco minutos de prática por dia, você pode aprender o idioma facilmente.

6. » Alemão no Busuu Crie uma conta grátis no Busuu e aprenda alemão nos cursos com exercícios, conversação, testes e outros materiais. Além do alemão, o site também oferece cursos de inglês, turco, árabe, italiano, japonês, francês, polonês, russo e espanhol.

7. » Otaku Project No Otaku Project você pode aprender a falar japonês online e de graça. Para facilitar a vida dos alunos o site disponibiliza um roteiro de estudos com introduções sobre o idioma, o alfabeto e aspectos da gramática, além de oferecer um espaço para dúvidas, sessão de livros e downloads.

8. » Libras básico Para aprender a linguagem dos sinais da língua brasileira em uma plataforma online e gratuita confira o curso de libras básico da Prime Cursos.

9. » Latim Se você já fala inglês e deseja aprender latim, confira um curso de introdução ao idioma com 10 horas de duração.

10. » BabelMundo Espanhol No site você terá acesso gratuito a exercícios, lições e testes que podem ajudá-lo a aprender espanhol.

11. » Russo em Português O blog Russo em Português procura auxiliar pessoas que querem aprender russo e oferece diversos recursos online como guia para autodidatas, notícias sobre a Rússia, dicionários e mais.

12. » Persa básico Se você pensa que a língua persa é coisa do passado, está muito enganado. Atualmente ela é falada no Irã, no Afeganistão, Tajiquistão, Paquistão, Uzbequistão e, em menor escala, na Armênia, Turcomenistão, Azerbaijão e no Barein. Se você deseja saber o básico do idioma, como, por exemplo, algumas expressões do cotidiano, confira o dicionário de viagem grátis no site Aprender Línguas.

13. » Aprenda inglês online No site Learn English Online você pode conferir de graça mais de 56 lições do nível iniciante ao intermediário e dicas de pronúncia. Além disso, é possível conversar com outras pessoas que fazem o curso no fórum oferecido pelo site.

14. » Italiano na web No site você tem acesso sem custos a lições de gramática, verbos, falsos cognatos, expressões idiomáticas e provérbios em italiano.

15. » Hebraico O idioma hebraico é falado por mais de 8 milhões de pessoas ao redor do mundo e é uma das línguas mais antigas do mundo. Confira o curso online gratuito oferecido pela Livemocha, faça seu cadastro e comece a aprender.

16. » Libras em inglês Se você já é fluente em inglês e deseja aprender a linguagem dos sinais no idioma, confira o curso gratuito no site Lifeprint.com.

17. » Chinês pelo MIT O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) oferece um curso de chinês básico, em inglês, por meio de seu site OpenCourseWare.

18. » Esperanto, a língua universal Criado no fim da década de 1970 por Ludwig Lazarus Zamenhof, o Esperanto foi feito com o objetivo ser um idioma fácil de aprender, politicamente neutro, que pudesse transcender as divisões nacionais e promover a paz e a compreensão entre as pessoas com diferentes línguas regionais e/ou nacionais. Junte-se ao grupo de 2 milhões de pessoas que falam o idioma e aprenda o Esperanto de graça no site Livemocha.

19. » Holandês O blog Brasileiros na Holanda oferece aulas, lições, dicas, exercícios e outros materiais online completamente gratuitos.

20. » Híndi O híndi é um dos idiomas mais falados em todo mundo. Aprenda o idioma online e de graça no Livemocha.

21. » Nórdico antigo Se você gosta de vikings e cultura nórdica, aprenda a falar o idioma nórdico antigo no site Old Norse for Beginners. É necessário falar inglês, pois o curso é feito nesse idioma.

 

Canais de vídeos:

22. » UrgentEnglish O canal UrgentEnglish é feito para quem quer aprender inglês de maneira rápida e prática. Ele promete prepara o aluno em um período de quatro a seis meses.

23. » OMGmeiyu Em vídeos curtos de, em média, dois a três minutos, expressões e gírias em inglês são traduzidas para o mandarim chinês de maneira divertida e rápida.

24. » Swahili Lessons Swahili Lessons oferece uma introdução ao idioma suaíli em lições curtas feitas em inglês.

25. » Let’s Speak Korean O canal ruthnp75 oferece 60 vídeos com tutoriais para quem quer falar coreano.

26. » Curso de latim O canal Curso de Latim Online oferece atualmente uma introdução ao idioma com informações sobre a língua e a cultura latina.

27. » Learn Italian – Curso Italiano O canal oferece mais de 124 vídeos para quem deseja aprender italiano online e de graça.

28. » Curso de idiomas O canal Curso de idiomas oferece mais de 146 vídeos com aulas em alemão, inglês, espanhol, tártaro, russo e mais.

 

Podcasts:

29. » Podcast Inglês como segunda língua O podcast English as a Second Language oferece lições de inglês para pessoas de todo mundo com temas como viagens, relacionamento, entretenimento, negócios, etc.

30. » Podcasts Peace Corps O programa de voluntariado norte-americano Peace Corps oferece diversos podcasts com lições de idiomas como árabe na Jordânia, russo no Cazaquistão, francês em Mali e mandarim na China.

31. » Fale chinês O site Fale chinês oferece podcasts com diversas lições para que você tenha acesso a uma introdução ao idioma.

32. » GermanPod101 Faça o cadastro no site, crie sua conta e aproveita as milhares de lições de alemão disponíveis no site. É necessário falar inglês.

33. » Learn Romanian Magazine Se você deseja aprender a falar romeno os arquivos do site Learn Romanian Magazine podem ajudá-lo. Confira os podcasts disponíveis e pratique o idioma.

34. » Chinês para iniciantes Se você já fala inglês e deseja aprender o mandarim, confira mais de 45 lições em áudio completamente gratuitas feitas pela Open University.

35.» FrancêsZero O site FrancêsZero oferece aulas de francês por meio de podcasts e exercícios para quem deseja aprender o idioma.

36. » Esperanto no Lernu! O portal Lernu! oferece diversas ferramentas e cursos para quem quer aprender o idioma mundial online e de graça.

37. » Learn Italian Confira aulas de italiano no podcast Learn Italian ItalianPod101.com.

38. » Finlandês no Special Finnish Traduza a página e aproveite os podcasts oferecidos pelo site para treinar o idioma finlandês.

39. » JapanesePod101.com Da mesma série dos podcasts em italiano e alemão, confira a lista com mais de 25 lições para aprender japonês.

40. » Learn Hindi Se você já fala inglês e deseja aprender híndi confira os arquivos em áudio com cerca de 20 lições do idioma.

41. » Cody’s Cuentos No site você pode aprender inglês e espanhol com podcasts de contos clássicos como chapeuzinho vermelho.

42. » Dicas de português O jornal Folha Online disponibiliza podcasts de gramática da língua portuguesa em seu site com dicas de Thaís Nicoleti de Camargo.

43. » Hebrew Podcasts Confira 10 lições de hebraico no podcast com áudios sobre temas variados como energia solar, eleições em Israel e impostos

44. » One Minute Catalan Se sua desculpa não é dinheiro, mas sim tempo, o podcast One Minute Catalan é a solução. Ele oferece lições curtas de um minuto de espanhol.

45.» Le Journal en Francais Facile Seja qual for o seu nível de proficiência no frânces, iniciante ou avançado, não deixe de conferir esse podcast com as notícias apresentadas de maneira acessível para os estudantes do idioma.

46.» ArabicPod Confira 30 lições gratuitos de árabe no podcast ArabicPod.

47.» Podcast Russo para Brasileiros O blog Russo para Brasileiros oferece aulas do idioma em formato podcast totalmente gratuito.

48.» Notícias em espanhol Para praticar o idioma, escute o podcast de notícias da BBC em espanhol.

49.» Japancast Mais de 80 arquivos estão disponíveis gratuitamente para que você aprenda japonês por meio de exemplos de conversas do cotidiano e anime.

 

Livros online:

50.» Universia Livros Na Universia Livros você pode fazer o download de mais de 600 livros grátis em vários idiomas como espanhol e inglês

51.» Scottish Gaelic A página no Wikibooks é em inglês, mas se você já fala o idioma pode conferir diversos recursos em gaélico escocês como gramática, pronúncia, frases e mais.

52.» Coreano A página contém um conteúdo que formam um curso de coreano, do nível básico ao intermediário, com materiais como exercícios, lições, alfabeto e história.

53.» Japonês Com conteúdo inteiramente em português, você pode fazer um curso de japonês por meio do Wikilivros.

54.» Língua polonesa A página do Wikilivros oferece um curso em nível básico do idioma e dispõe diversos conteúdos.

55.» Dinamarquês A página dispõe 11 lições sobre a língua com ensinamentos sobre nomes, verbos, pronomes, pronúncia e muito mais.

56.» Afrikaans O curso do idioma Afrikaans oferecido pelo Wikilivros oferece uma introdução e lições que vão do nível básico ao intermediário.

57.» Catalão A página exclusiva do idioma oferece livro lições com sobre o alfabeto, verbos, pronomes, vocabulário e mais.

58.» Textkit O contéudo de mais de 180 livros está em inglês e oferece lições gratuitas de latim e grego antigo.

59.» Iídiche A língua ídiche ou iídiche é falada principalmente em comunidades judaicas em países como Alemanha, Estados Unidos, Bélgica, França, Argentina, Brasil, Rússia e outros. Ela se desenvolveu a partir de vários outros idiomas, como alemão, polonês, eslavo, hebraico e aramaico. Sua escrita utiliza os caracteres do idioma hebraico. Se você já fala inglês e deseja descobrir mais sobre esse idioma, confira a página do Wikibooks para essa língua.

60.» Francês A página do Wikilivros de francês contém seis lições para que você aprenda o básico do idioma sem sair de casa e de graça.

61.»Alemão Se você já fala alemão e deseja praticar o idioma confira os livros disponíveis no site Virtual Books com obras que vão de Shakespeare a Edgar Allan Poe.

62.» Italiano O site acima também oferece diversos livros em italiano para que você treine sua prática na leitura em italiano.

63.» Espanhol Confira o curso de espanhol do Wikilivros e aprenda o idioma.

64.» Árabe O curso do Wikilivros vai do básico ao avançado e disponibiliza também informações sobre a cultura.

65.» Grego moderno O curso do Wikilivros de grego moderno está em desenvolvimento, mas você já pode conferir diversos conteúdos sobre vocabulário, gramática, fonologia e alfabeto.

66.» Línguas do Sudão Se você deseja conhecer um pouco mais sobre as 142 línguas usadas ou faladas no Sudão não perca a página exclusiva do wikilivros para elas.

 

Ferramentas para tradução:

67.» Free Translator A ferramenta funciona como um tradutor online, mas funciona com um limite de 140 caracteres.

68.» Xanadu O site foi desenvolvido para viagens e além do tradutor possui um conversor de moedas, glossários e outras materiais de referência para seis idiomas diferentes.

69.» Google Tradutor É rápido e muito fácil de ser usado, na maioria dos idiomas também oferece uma ferramenta de áudio para que você saiba a pronúncia das palavras traduzidas.

70.» Freelang Um dos tradutores com mais opções de idiomas, o Freelang oferece 265 dicionários bilíngües para que você traduza suas dúvidas.

71.» Tradutor Bing O antigo tradutor Babbel Fish é a ferramenta da Microsoft para tradução online de textos e páginas da web.

 

Comunidades e grupos:

72.» Livemocha Já demos as dicas do site para aprender diversos idiomas, mas, além disso, você também pode aproveitar o espaço da comunidade dos usuários no site para corrigir seus exercícios, tirar dúvidas e praticar a conversação com pessoas de todo mundo.

73.» italki No italki, você pode receber respostas sobre suas dúvidas, ter a sua escrita e exercícios corrigidos e se comunicar com diversas pessoas que, como você, também desejam aprender outro idioma.

74.» Lingopass Nesse site é possível participar de discussões de grupos em fóruns ou conversas com apenas uma pessoa em uma sala de bate papo.

75.» UniLang Os fóruns disponíveis no UniLang são um ótimo local para praticar o novo idioma que você está aprendendo. O lema do site é “unindo os amantes dos idiomas”.

76.» My Language Exchange Junte-se a mais de 1 milhão de usuários em uma comunidade que reúne pessoas de mais de 130 países ao redor do mundo e pratique a língua aprendida com nativos do país de origem do idioma.

77.» Palabea Conhecido como o “Facebook dos idiomas”, o Palabea permite que você coloque vídeos e áudios, grave, traduza e, claro, converse com outras pessoas.

78.» Comunidade de aprendizagem de idiomas do Skype A plataforma de comunicação online possui uma área exclusiva para que os usuários perguntem e respondam dúvidas e façam contato por meio de conversas com pessoas de todo mundo.

79.» The Mixxer O site é parecido com o My Language Exchange, porém é uma plataforma do Dickinson College, nos Estados Unidos, em que os estudantes de idiomas podem ser tanto alunos quanto professores.

80.» My Happy Planet No site é possível criar suas próprias lições para outras pessoas ou apenas se comunicar com elas em uma comunidade normal.

 

Ferramentas:

81.» Babbel No Babbel é possível aprender inglês, espanhol, francês, italiano, sueco, português brasileiro e alemão. Possui mais de um milhão de usuários e um método de ensino e aprendizado diferenciados.

82.» Rikai Não se assuste ao abrir o site. Basta passar o mouse sobre qualquer palavra em japonês para descobrir seu significado. Ele funciona com qualquer endereço eletrônico e pode ser usado em diversos navegadores.

83.» Skype para Ipad Aproveite todas as facilidades e serviços do Skype diretamente do seu tablet da Apple.

84.» Byki O Byki oferece opções gratuitas e pagas e com ele é possível aprender com um método de ensino baseado em palavras do vocabulário em cartões com informações sobre as palavras.

85.» Lingro Como o Rikai, o Lingro funciona como um tradutor de palavras em endereços eletrônicos para mais de 12 idiomas diferentes.

86.» ProVoc O ProVoc permite que você crie seus próprios cartões de palavras com graus de dificuldade diferentes.

87.» One World Dictionary A plataforma funciona em computadores da Apple e oferece mais de 100 mil traduções em espanhol, francês, italiano e alemão.

 

Aplicativos:

88.» Turco com Babbel O aplicativo da Babbel para celular ajuda você a aprender turco, inglês, espanhol, alemão e mais.

89.» Alemão com o Busuu Além do alemão, o Busuu oferece versões do aplicativo para celular em inglês, francês, italiano e espanhol.

90.» Ho-Chunk O idioma Hoocak é nativo dos povos norte-americanos e com esse aplicativo é possível aprender um pouco mais sobre a língua.

91.» 50 idiomas Pode acreditar, os desenvolvedores desse aplicativo querem ajudar você a aprender 50 línguas diferentes pelo celular.

92.» Mindsnacks Além do frânces, o aplicativo de aprendizagem de idiomas ajuda você a aprender italiano, alemão, espanhol, inglês e mandarim por meio de jogos.

93.» Hello-Hello Spanish Se você já fala inglês e deseja aprender espanhol ou praticar o que já sabe, confira esse aplicativo para iPad.

94.» Cuebrain! O aplicativo é baseado em jogos e permite que você treine mais de 20 idiomas diferentes pelo celular.

95.» myLanguage Free Translator Traduza mais de 60 idiomas usando esse tradutor para celular.

96.» Conjugate Spanish Verbs Conjugue verbos em espanhol e francês pelo celular.

97.» Vocre O Vocre usa tecnologia de reconhecimento de voz para que você traduza o que outras pessoas falam.

98.» eTeacher Hebrew Lessons Neste aplicativo você pode aprender o básico do hebraico com a professora Shira Cohen Regev.

99.» Hiragana Lite Aprenda os caracteres Hiragana do japonês com esse aplicativo.

100.» Pronunciation Checker Confira sua pronúncia em inglês americano, espanhol, francês, alemão, italiano e inglês britânico.

101.» Learn English- PhotoFlashcards Fotografe objetivos do seu dia a dia e descubra a definição em inglês.

Desabafos de um engenheiro à procura de emprego

Recebido na caixa de comentários do blogue, decidi dar mais visibilidade a este desabafo que deve ser comum a muita gente:

“Terminei os meus estudos em finais de Julho do ano passado e desde aí tenho tentado, em vão, arranjar emprego ou um simples estágio. Fiz o Mestrado Integrado em 5 anos com bastante esforço e a recompensa agora é nula. As empresas não recrutam pessoal para primeiro emprego sem experiência, mesmo para o exterior pedem experiência. Mas se eu não tenho experiência, saí agora de um curso de 5 anos da faculdade sem qualquer experiência prática. Como vou agora conseguir ter experiência se não me dão uma única oportunidade? É uma verdadeira utopia!

Tenho ouvido muitos NÃOS de muitas empresas até gozam com o facto de procurarmos trabalho dizendo que o que não falta para aí são eng, e que agora é barato ter um.  Mas eu insisto na procura de trabalho, na procura de experiência e digo-vos NÃO DESISTO quero exercer pelo menos uma única vez no mínimo a profissão para que estudei a profissão que amo.

Acho que a Ordem dos Engenheiros, e falo por mim que já paguei 80€ a eles só para obter um despacho em como estava apto para estágio, devia defender mais os interesses dos engenheiros, e em especial o dos recém licenciados que não têm culpa da situação actual, não tem experiência e não conseguem arranjar um único emprego. Ordem em especial Bastonário porque não contactar com o tecido empresarial português que acolhe eng e incentivá-los a oferecer uma oportunidade, um estágio.

Por último quero vos contar que já recebi uma proposta para a área de eng civil para ganhar 300€ por mês durante um período de 2 a 3 meses e depois caso continuasse ficaria a ganhar o salário mínimo nacional, subindo depois na empresa como dizia o dono. As espectativas de estágio quer fossem estágio para a ordem ou estágio IEFP eram nulas/zero. A ordem devia actuar e fazer pressão sobre entidades nacionais como o INCI a fim de “apertar” esse tipo de empresas. Só digo que a empresa tem alvará classe 7 de edifícios tradicionais e é da zona de Aveiro.

Por último quem conhecer alguma oportunidade para Eng Civil para recém licenciado que a divulgue neste comentário ficaria muito agradecido.”

Desabafos de uma engenheira à procura de emprego

Porque de experiências e testumunhos aprendemos também qualquer coisa partilho agora o desabafo da colega Inês:

“Também me licenciei (Mestrado Integrado em Engenharia Civil, 5 anos, numa faculdade prestigiada) em 2011 e, na altura, já antecipava que ia ser difícil arranjar trabalho. Contudo, nada me preparava para a dureza da realidade da construção civil nos anos de 2011 e 2012.

Posso dizer-vos que já mando currículos desde Outubro de 2011, e até agora não consegui arranjar emprego. Tive poucas entrevistas, também. Tenho cursos de AutoCAD (125h), AutoCAD 3D (75h), Microsof Project (25h), Curso de Projectista de Redes de Gás e cédula profissional e Illustrator. Sei que há pessoas com mais cursos, mas cada vez mais me parece que não ajuda em nada. Mando currículos sem qualquer critério de localidade. Mando candidaturas espontâneas. Respondo a anúncios. Inscrevo-me em conferências de emprego. Mando para fora do país…Os únicos destinos onde ainda me retraio são os países africanos e os países árabes, mas estes últimos, sendo mulher, nem me considerariam a candidatura.

O Centro de Emprego de pouco serve… Recentemente, recebo uma carta deles para me apresentar, em três dias úteis, numa empresa de um Empreiteiro local, para entevista. Quando lá fui, já tinham preenchido a vaga há 15 dias, e eu nem cumpria os requisitos mínimos porque ainda não posso assinar os alvarás que eles pretendiam. Ou seja, não tiveram o cuidado de verificar o meu currículo.

Além disto, tenho-me deparado com a desvalorização constante da profissão, não só para os recém-licenciados… Ouço valores de projectos de 180€ (execução + certificação), projectos de gás a 30€, projectos de todas as especialidades para moradias a menos de 2000€… Engenheiros civis com mais de 5 anos de experiência e que não ganham 1000€ limpos. Pergunto-me, também, como é que é possível assinar termos de responsabilidade a ganhar pouco mais do ordenado mínimo..

Gosto da minha profissão, mas sinto-me cada vez mais próxima de abandoná-la… Talvez arranjar um emprego qualquer noutra área, nem que seja numa loja, e investir num outro mestrado, de outra área, para ver se consigo algum trabalho digno.

É muito triste e não foi para isto que estudei, de todo.”

Brasil reconhecerá diploma de engenheiros e arquitetos portugueses

brasil_portugalEngenheiros e arquitetos portugueses poderão ter o diploma reconhecido de forma quase automática no Brasil.

A mudança, no primeiro momento, ficará restrita a um grupo de universidades federais -cabe às instituições públicas reconhecer o diploma de graduação estrangeiro. É um primeiro passo que pode repercutir noutros cursos.

A intenção é assinar convénio entre universidades nacionais e portuguesas na próxima semana, durante visita ao Brasil do ministro de Educação e Ciência de Portugal, Nuno Crato. O Ministério da Educação brasileiro apoia a iniciativa.

Na prática, a alteração será sentida “em três, quatro meses”, estima o reitor da UFScar (Universidade Federal de São Carlos), Targino Araújo, presidente da comissão de Relações Internacionais da Andifes (associação de reitores). “É para facilitar esse processo. A questão da internacionalização [dos profissionais] é um fato.”

Nos anos 1990, restrições a dentistas brasileiros em Portugal criaram rusgas diplomáticas. O imbróglio levou dez anos para ser resolvido.

A demanda para acelerar o reconhecimento de diplomas portugueses é antiga, mas ganhou força diante da crise econômica na Europa.

A revalidação não garantirá ao profissional o direito de atuar no país: isso depende de registro profissional dado pelos conselhos regionais. O Confea (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia) diz que não fará objeção ao pedido de registro de portugueses.

Em média, a entrega do registro acontece em três meses, independentemente da nacionalidade do profissional.

A entidade reconhece que o ritmo de formação de engenheiros está abaixo da demanda dos próximos anos, com investimentos no Mundial e Jogos Olímpicos.

SISTEMA ONLINE

Quando um estrangeiro quer revalidar seu diploma no Brasil, independentemente do curso, o processo cabe às universidades públicas. A Andifes quer criar um sistema online para que essas instituições tenham acesso a processos em análise em todo o país e, assim, reduzam o tempo gasto.

Exemplo: uma universidade no AM poderá ver que outra do RS já revalidou diploma de jornalismo de uma faculdade estrangeira. Esse histórico poderá acelerar o trâmite do pedido de outro aluno da mesma instituição.

“Se o currículo do aluno já foi analisado antes, será rapidíssimo”, diz Araújo.

Veja a lista de universidades que integrarão o acordo entre Brasil e Portugal

Brasil

UFScar (Universidade Federal de São Carlos)

UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte)

UFAL (Universidade Federal de Alagoas)

UFPA (Universidade Federal do Pará)

UFG (Universidade Federal de Goiás)

UFPR (Universidade Federal do Paraná)

Portugal

Universidade de Coimbra

Universidade de Lisboa

Universidade do Porto

Universidade Técnica de Lisboa

Universidade Nova de Lisboa

Universidade de Aveiro

Universidade do Minho

Universidade de Évora

Universidade de Açores

Universidade do Algarve

Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Universidade da Beira Interior

Universidade da Madeira

Universidade Aberta

Universidade Católica Portuguesa


 

Afinal Quanto Ganha um Engenheiro Civil?

salarioDesengane-se quem acha que engenharia civil é uma profissão bem paga em Portugal. É uma função em que normalmente se recebe muito pouco em relação à responsabilidade de tem.

Saídos da Universidade, aparece o primeiro problema: encontrar uma empresa que esteja a contratar. Se há uns anos atrás engenharia civil era sinónimo de emprego, actualmente já não o é.

Atendendo a que todos os anos saem demasiados engenheiros civis em relação às reais necessidades do nosso país, isto acaba por provocar um excesso de oferta. Assim, as empresas podem dar-se ao luxo de oferecer um salário baixo, pois “haverá sempre quem aceite”. Por isso não é incomum encontrarem-se ofertas de 500€/mês, o que é anedótico.

Também é preciso ter em atenção que um engenheiro quando sai da universidade regra geral não tem experiência nenhuma (muito por culpa da própria universidade) e como tal, as empresas estão a contratar alguém que terão que potenciar as capacidades.

Regra geral, o ordenado que oferecem a um engenheiro recém-saído da Universidade é 700€ a que se soma o subsídio de alimentação (que ronda os 6€). Com os descontos habituais (que não são poucos), o ordenado líquido é de cerca de 700-750€. O que é pouco diga-se de passagem.

Passado 1 ano (por vezes 6meses ou 9 meses) o ordenado poderá sofrer um aumento de cerca de 100€. Isto não deve ser um dado adquirido. Dependerá sobretudo do teu chefe. Depois os aumentos serão apenas uma miragem.

É certo que o ordenado não espelha aquilo que fazes nem a responsabilidade que tens. Por isso, não te surpreendas se vires alguém que entrou depois de ti na empresa, que tem menor responsabilidade mas que ganhe mais que tu.

Oportunidades de emprego na Noruega

NoruegaNa sequência do interesse manifestado em trabalhar na Noruega gostaríamos de informar que nos dias 11 e 12 de Abril vamos organizar o Engineers Mobility Days. O evento vai realizar-se em Lisboa, no ISEL.

Neste momento, as seguintes empresas Norueguesas confirmaram presença no evento:

National Oilwell Varco
Agility Group
Necon
Jobconnect
Stongfjod Vekst
GE Energy
IK Stavanger AS
Techni
Optimarin
Ingeniør Companiet
Nordan Båtbyggeri
Active People

Durante a próxima semana vai estar em divulgação informação sobre o evento na página nacional do Eures www.iefp.pt/eures

Neste momento já se encontram algumas oportunidades de emprego nomeadamente da National Oilwell Varco (que vai abrir escritório em Lisboa) e da Necon. www.iefp.pt/eures – Do you want to work as an engineer in Norway?

Caso mantenha o interesse em receber informação sobre eventos, com presença de empregadores Noruegueses, realizados pelo EURES deverá enviar-nos o seu CV atualizado (em inglês) para eures-norway@iefp.pt – até dia 17 de Março.

Cumprimentos

Luísa Martins – EURES Adviser
Direção de Serviços de Orientação e Colocação
Departamento de Emprego

Rua de Xabregas, 52 – 1949-003 Lisboa – Portugal
Tel: +351 218 614 145
Fax: +351 218 614 607

E-mail: luisa.martins@iefp.pt
www.iefp.pt/eures
www.eures.europa.eu

IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional, I.P.
http://www.iefp.pt/