Empresa portuguesa investigada no Luxemburgo

A empresa AÇOMONTA, foi muito falada há uns tempos atrás por colocar os seus trabalhadores num armazém sem nenhumas condições (recorde aqui), na construção do DATA CENTER PT da Covilhã, obra a cargo da OPWAY/SOMAGUE.

Agora está a ser investigada há mais de um ano pelas autoridades do trabalho Luxemburguesas. Alegadamente os seus trabalhadores trabalham mais de dez horas/dia e só têm um dia de folga. Além disso são recebem apenas 500 a 700€/mês, muito abaixo do ordenado mínimo luxemburguês.

Quanto às condições de alojamento, também não serão as melhores, com todos a viverem num edifício abandonado que foi alugado para o efeito. O edifício pertencia a uma fábrica que já fechou e fica localizado em França, na fronteira com o Luxemburgo.

Os responsáveis da empresa refutam as acusações.

Esta empresa tem a sua sede em Grândola. Terão os trabalhadores de cantar a famosa “Grândola Vila Morena”?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *