Desabafos de um Engenheiro Civil

engenheiroA vida de um engenheiro civil em Portugal não é fácil.

Se há uns anos atrás quem concluía o curso de engenharia civil tinha emprego garantido e um bom ordenado, agora já não o tem. Se há uns anos davam-se ao luxo de escolher em que grande empresa queriam trabalhar, hoje é preciso pedir pelas almas para arranjar um bicateiro qualquer que pague 600€ (ou melhor, 691€ que é quanto ganha um recém licenciado actualmente).

Ganhar 691€ para trabalhar como engenheiro civil? Sim. Infelizmente é. Com “sorte” tens que usar o teu carro pessoal, teu telemóvel e computador. Para terminar em beleza só consegues encontrar emprego a muitos quilómetros de casa e o alojamento fica por tua conta. Mas segundo os teus chefes és um felizardo, porque ao menos tens emprego. “já viste a quantidade de colegas teus que está no desemprego”. Mas quanto sobra?? Feitas as contas, estou a pagar para trabalhar.

O aumento vai aparecer. Aumento de trabalho, pois hoje em dia a rentabilização de recursos implica colocar uma pessoa a fazer o trabalho de duas. Aumentos de salário serão uma miragem, e com “sorte” ainda te baixam o salário.

Quanto o teu contrato terminar, não te vão renovar contrato porque não fará sentido renovarem contrato com um “puto” motivado e competente e não ter volume de trabalho para os que já estão na empresa há anos (a maior parte deles desmotivados, diga-se). Se for um empresa que até tenha obras no estrangeiro e acham que realmente és muito competente no que fazes, propõe-te um contrato no Internacional por meia dúzia de patacos. Tu como não tens alternativas vais aceitar.

Passado um tempo a trabalhar no estrangeiro vais concluir que estás a trabalhar noutro continente, 7 dias por semana, cerca de 14horas, vais olhar para o teu recibo e perguntar-te: “foi para isto que estudei 17 anos da minha vida?”. O lado positivo é que ao menos trabalha-se naquilo que se gosta.

Desculpem lá o desabafo.

Enviado por e-mail


6 comments

  1. Hugo diz:

    Como eu te percebo. E a empresa que nos explora, ainda díz que não tem dinheiro(pagam fortunar para a banca), deixamos a familia para tras, filhos nem pensar ter só se gostarmos de funcionar com õ skype.

  2. Sdilva diz:

    Realmente tem toda a razão. É muito triste pensar no que já foi e no que é actualmente esta profissão…

  3. WTF diz:

    Não estejam a alimentar a ideia que tirar Engenharia Civil atualmente não presta. Presta no mínimo tanto quanto 90% dos outros cursos. Ser um Engº Civil mediano permite ganhar 691€ como Engº numa empresa Portuguesa, mas permite ganhar muito mais noutra empresa no estrangeiro. A versatilidade do curso permite também outro tipos de profissões que outros cursos nem permitem, além de que em último caso permite trabalhar na caixa do mesmo supermercado a que 90% dos outros cursos levam.

  4. Erica diz:

    Venham aqui a França ver quantos com curso de engenharia civil vieram com a ilusão que ao emigrar arranjavam trabalho na área para a qual estudaram, e ao fim de algum tempo perceberam que ou trabalham de pedreiros, ou mais vale voltar a Portugal. Na empresa onde trabalho são 3. Aqui o curso de eng. civil português não vale nada, quem manda nas obras são pessoas com cursos técnicos. Em Portugal anda-se com a ilusão que ao emigrar os problemas resolvem-se todos.

  5. Ruy diz:

    Aqui no Brasil apesar de o país estar em crise um recém-formado em engenharia civil está ganhando 7000 mil reais (1590,4 euros), e também, tenho colegas engenheiros que atuam há muito tempo e ganham extraordinários 20000 mil reais, que totalizam 4.543 euros.

  6. Raphael diz:

    2014 início da crise ainda estava bom o Brasil, hoje com construtoras envolvidas em corrupção tem poucas obras.
    Tenho vários amigos desempregados..

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *