Estágios na Ordem dos Engenheiros

Como a maioria sabe, para ser membro efectivo da Ordem dos Engenheiros é necessário, mesmo para cursos acreditados, realizar um estágio numa empresa tendo o candidato a designação de “Membro Estagiário”. Este pode ter uma duração entre 6 meses e 2 anos.

O guia 2011 deste tipo de estágios, com muita informação útil pode ser consultado aqui.

Ordem dos Engenheiros admite membros com curso de 3 anos

A Assembleia de Representantes da Ordem dos Engenheiros aprovou, em 9 de Julho, alterações significativas ao Regulamento de Admissão e Qualificação (RAQ), permitindo a implementação da decisão do mesmo órgão, tomada a 26 de Março, de admitir membros detentores do grau de licenciado em Engenharia (licenciatura de três anos pós-Bolonha).

Nos requisitos para admissão à Ordem dos Engenheiros (OE), mantém-se o que estipula o respectivo estatuto, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 119/92, de 30 de Junho, e que compreende a obtenção de um grau académico do ensino superior em curso de engenharia, provas de admissão à Ordem e estágio.

Com a presente revisão do RAQ, inicia-se na OE um novo ciclo, relativo à adaptação da profissão de Engenheiro ao desafio colocado pelo Processo de Bolonha, mantendo-se a mesma determinação na promoção da qualidade da Engenharia em Portugal, através da atribuição do título profissional de Engenheiro e do reconhecimento de qualificações profissionais individuais, ajustadas ao nível de conhecimentos, aptidões e competências na admissão, garantindo condições de valorização e de reconhecimento do desenvolvimento profissional ao longo da carreira.

Com esta decisão histórica, a OE, para além de se posicionar perante os desafios do futuro, mantém como princípio orientador a afirmação das exigências de qualidade que sempre nortearam os seus objectivos, regulando desta forma a actividade dos engenheiros, com o propósito de poder continuar a garantir a confiança pública e o reconhecimento pela Sociedade e pelo Estado.

Lisboa, 11 de Julho de 2011

Carlos Matias Ramos
Bastonário da Ordem dos Engenheiros

MonteAdriano

A MonteAdriano, ou melhor, o Grupo Monte é uma das maiores empresas de construção civil portuguesas e tem a sua sede na cidade da Póvoa de Varzim. Formou-se da fusão da empresa “Monte e Monte” e a “Adriano”, sendo a empresa inicial criada em 1940.

Divide-se em cinco áreas de negócio: “Engenharia e Construção”, “Concessões”, “Agregados e Betões”, “Ambiente e Engenharia” e “Imobiliária e Turismo”.

Geograficamente, esta empresa possui obras não só em Portugal como também no Brasil, Roménia, Angola, Moçambique, Marrocos, Cabo Verde, São Tomé e Omã.

A sua internacionalização tem sido uma constante, tendo mesmo ganho o “prémio internacionalização”, dos Prémios Construir 2011.

Contactos:

MonteAdriano

R. Maria da Paz Varzim, 116

4490-658 Póvoa de Varzim

Tel: 252 29 13 00

Fax: 252 29 13 10

e-mail: geral@monteadriano.pt

 

Prego Impossível

Será que alguém descobre como se conseguiu pregar este prego?

Read more

Parque de diversões em Obra

Lançamento Incremental – Animação 3D

A animação apresentada simula a construção de uma ponte usando a técnica do lançamento incremental.

250 cartões de visita grátis

Mais uma oportunidade: possibilidade de obter gratuitamente 250 cartões de visita grátis (paga apenas os portes de envio de 5,25€).

Quem oferece é a Vista Print, empresa na qual 8 milhões de pessoas por ano encomendam os seu cartões de visita.

Todos os profissionais devem usar cartões de visita para trocar com os seus pares. Apesar de com a banalização da troca de contactos por telemóvel, um cartão de visita é sempre um cartão de visita.

O cartão transmite a imagem do profissional e da empresa, não sendo apenas um simples papel onde está escrito o teu contacto. Obviamente que também podem ser usados apenas “para o estilo”.

Estão disponíveis variados templates de  cartões de visita, sendo apenas necessário escolher escolher o estilo que mais se adequa, introduzir os dados de contacto e criar os teus 250 cartões de visita grátis (portes: 5,25€)!

O único senão é ter publicidade à vista print nas parte de trás do cartão. Esta pode ser eliminada pagando mais um bocado do que os portes.

Quem quiser algo ainda mais profissional também tem disponível a versão paga em que permite colocar logótipo e fotografias, entre outros.

Para encomendarem, cliquem no banner.Qualquer dúvida comuniquem pois já sei de cor como funciona isto porque já encomendei para um familiar.


Ponte da Lezíria

A Ponte da Lezíria é a 2ª ponte mais extensa da Europa (a 1ª é a Vasco da Gama e a 3ª é a Ponte do Oresund) e a 9ª mais extensa do Mundo, com cerca de 12km de extensão.

Situada em Portugal, mais propriamente sobre o rio Tejo e o Rio Sorraia, liga o Carregado (Alenquer) a Benavente, pela A10.

Inaugurada a 8 de Julho de 2007, é considerada uma das maiores obras de engenharia civil portuguesa do séc. XXI. A sua construção durou 23 meses, tendo o custo total atingido os 220 milhões de euros.

Na sua construção estiveram envolvidas as empresas MSF, Bento Pedroso, Construtora do Tâmega, Lena Construções, Novopca, Zagope, entre outros.

Para mais fotos clique em “Read More”.

Read more

Alternativas para se Aprender Inglês

Respondendo ao comentário do João aqui, que pergunta quais as alternativas ao Wall Street Institute para se aprender/melhorar o Inglês, venho por este meio informar que existem várias empresas destinadas à aprendizagem de Inglês.

Como não sei de que zona é, pode tentar aprender inglês à distância através da BBC English.

Permite aprender Inglês a partir de casa. Tem mais de 60 milhões de alunos em 17 países e 77 anos de experiência.

Azulejos com Plantas

A empresa espanhola Ceracasa criou um tipo de azulejo, de um metro quadrado, que contém plantas.

Este jardim vertical tem como grande vantagem o facto de reduzir as partículas perigosas do ar, resultantes da poluição.

A Universidade de Valência estudou este tipo de azulejos e concluiu que se 200 edifícios fossem cobertos com este tipo de azulejos, 400 mil pessoas poderiam respirar, dentro de um ano, ar livre de partículas de óxido nítrico (NO), produzidas pela circulação de carros e pelo funcionamento de fábricas.

Para mais informações cliquem aqui.