Tag Archive for grandes pontes

Edgar Cardoso

Edgar António de Mesquita Cardoso, mais conhecido por Edgar Cardoso, foi um dos mais notáveis engenheiros portugueses. Nascido a 11 de Maio de 1913 na freguesia do Bonfim, no Porto, formou-se como engenheiro civil na mesma cidade, na FEUP (Faculdade de Engenharia Civil) com 24 anos.
No seu currículo faz parte também o  título de Professor Catedrático do Instituto Superior Técnico de Lisboa e o de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil.
Uma das obras mais emblemáticas deste engenheiro é a Ponte da Arrábida. No ano de 1963, muita gente de todo o mundo veio ao Porto para ver a ponte a cair.  Foi na época o maior arco pré-esforçado do mundo. A verdade é que não caiu e está para durar.
O eng. Edgar Cardoso esteve envolvido na construção de mais de 500 pontes, quer em Portugal quer no estrangeiro. Uma das pontes mais emblemáticas no estrangeiro talvez seja a Ponte Macau-Taipa.
Morreu em 2000, com 87 anos, aquele que é considerado por muitos o  mais emblemático Engenheiro português de sempre (e também o mais controverso).

Gateshead Millenium Bridge

A Gateshead Millenium Bridge (não confundir com a Millenium Bridge de Londres) é uma das grandes obras de engenharia do mundo.  Está localizada em Newcastle, Inglaterra.

É uma ponte para circulação pedestre e para ciclistas e tem a particularidade de ser rotativa, para que seja possível a travessia de barcos (até 25 metros) no rio Tyne. Além se servir como passagem entre as duas margens do rio, é também um ponto de interesse turístico.

Devido ao movimento da ponte ser semelhante ao fechar do olho, a Gateshead Millenium Bridge é muitas vezes apelidada Winking Eye (piscar de olhos).

Foi aberta ao público em 2001, sendo apenas inaugurado no ano seguinte pela rainha Elizabeth II.

A equipa de engenheiros responsável pela obra pertencia à Gifford & Partners.

Mais que premiada, esta notável obra de engenharia custou mais de 30 milhões de euros.

Curiosidades sobre o Gateshead Millennium Bridge:

  • Cada rotação demora cerca de quatro minutos.
  • A rotação é efectuada através de oito motores eléctricos, o equivalente a 589 cavalos de potência – mais do que um Ferrari F50 ou oito Ford Focus.
  • A ponte pesa mais de 850 toneladas

Veja a ponte em “acção”: